Treinamento Funcional

O treinamento funcional é hoje um sucesso, tendo uma fama crescente e sendo já muito praticado em academias por todo o país. Esse formato de exercício é praticado por pessoas que querem músculos definidos e uma silhueta enxuta e também é bastante utilizado pelos responsáveis pelo treino de esportistas profissionais que necessitam alcançar altas performances em suas atividades.

No treinamento funcional, todos os aparelhos típicos das academias – e que só trabalham um músculo por vez – são substituídos por outros como bolas, elásticos e barreiras. Estes visam trabalhar o maior número de músculos possível e possuem finalidades específicas em diversos exercícios, passando por movimentos mais simples, até outros complexos e que são melhores executados por aqueles que já possuem boa experiência em atividades anteriores. Por isso os equipamentos que substituem os usuais enganam: parecem simples e pouco desafiadores, mas na verdade ocorre o contrário.

O personal trainer Leo Freitas executa o movimento de afundo com salto.

Movimentos do Treinamento Funcional

Os treinos apresentam enorme dinamismo, pois o corpo é trabalhado como um todo, diferindo principalmente nesse aspecto do treinamento convencional. Assim, os movimentos envolvem agachamentos, empurrões, giros, levantamentos, puxões, entre outros, buscando seguir um modelo baseado nas atividades do dia-a-dia, praticadas quase automaticamente em nosso cotidiano, apesar de serem movimentos importantíssimos. Em alguns momentos, a carga se baseia no peso do próprio corpo somado a uma exigência por equilíbrio.

Os Benefícios

Além de ajudar a tonificar os músculos e definir as curvas mais rapidamente, pois como já foi dito se trata de um treinamento intenso que mescla diversos exercícios em um, o treinamento funcional possui uma intensidade tão acentuada que é possível para o praticante sair de uma aula de 45 minutos de duração com até 600 calorias a menos.

O treinamento funcional traz consigo todos os conhecidos benefícios para a saúde que as outras práticas costumam trazer, no seu caso em especial melhora a postura e o funcionamento cardiorrespiratório. Fisicamente, as melhoras são muitas: mobilidade, estabilização, equilíbrio, força, flexibilidade, resistência, coordenação, velocidade, etc.

Antes de Começar

Se há algum contra, é a necessidade de certo cuidado ao realizar as séries, afinal se trata de um treinamento intenso e que exige, em certos momentos, bastante do praticante, sendo capaz de acarretar lesões. Também por isso não é recomendável para alguém passar diretamente do sedentarismo para uma atividade como esta por ser extremamente puxada, basta se lembrar de que se trata de uma prática utilizada até por atletas profissionais.

Caso tenha ficado instigado para iniciar tal prática, é importante fazer uma consulta prévia com seu médico e ir atrás de academias que oferecem uma aula experimental – não será nada difícil encontrar uma.

Boa malhação!

Veja também

  1. Exercícios Aeróbicos
  2. Exercícios Anaeróbicos
  3. Pilates
  4. Body Attack
  5. Ginástica Localizada